NOMENCLATURA BOTÂNICA!

Atualizado: Jun 25

Vamos conhecer a importância de saber o nome científico das plantas.



As plantas são conhecidas popularmente por diversos nomes, sendo esses nomes adotados seja por característica de crescimento como “Maria sem vergonha” que se refere as plantas que crescem facilmente e se alastra rapidamente, ou pelo seu uso como “Vassourinhas” que são utilizadas para confecção de vassouras, também por uso medicinal como novalgina que não tem o mesmo principio ativo do remédio, mas que tem o mesmo uso.


Uma mesma planta pode ter diversos nomes, dependendo da região, cultura etc, por exemplo o boldo uma planta medicinal que tem várias espécies que são conhecidas popularmente como boldo, se estivermos falando do Plectranthus grandis conhecido também como tapete de Oxalá uma referência a seu uso litúrgico.


Quando falamos os nomes populares não existe certo ou errado, pois são nomes dados de acordo com a cultura de cada indivíduo, mas pode haver grande inconvenientes, por exemplo ao ler uma matéria sobre uma planta que serve para dor de cabeça, se for apresentado somente seu nome popular, cada pessoa que ler essa matéria pode achar que esteja falando de uma determinada planta, o que até mesmo pode oferecer risco para saúde.


Em paisagismo quando vamos implementar um projeto paisagístico, o projetista ao utilizar somente o nome popular poderá ter seu projeto totalmente modificado pelo fato de quem implementar conhecerem outras espécies com aquele mesmo nome, podendo até ser plantas com necessidades completamente diferente.


Essa variedade de nomes existe dentro de uma região, agora vamos imaginar no mundo inteiro, cada um com idioma distinto, quantos nomes uma mesma planta pode ter?


Para evitar toda essa confusão Lineu propôs uma classificação dos seres vivos, que fossem um binômio, onde aquele ser vivo seria conhecido em qualquer parte do mundo pelo mesmo nome, sendo assim não haveria mais confusão.


Os nomes são em latim, por se tratar de um idioma morto, não haverá mudanças linguísticas.


Os seres vivos são classificados em Reino – Filo – Classe - Ordem – Família – Gênero – Espécie, no caso a espécie determina a determinação real, quando nós trabalhamos com plantas é importante a gente fazer a classificação até espécie.

Geralmente a informação que fica mais em voga é a família da planta, depois vem o gênero seguido da espécie, para determinarmos a espécie devemos classificar o gênero, que por sua vez necessita da família. Essa classificação é com base em análise morfológica como por exemplo o tipo de folha, flor, frutos etc.


Tendo duas plantas do mesmo gênero só indica a proximidade evolutivas entre elas, mas isso não indica que elas terão o mesmo desenvolvimento, temos plantas que pertence ao mesmo gênero, mas com exigências totalmente diferentes.


Vou usar como exemplo 5 espécies do gênero Plectranthus, cada uma com um uso distinto, medicinal, ornamental, tempero, ritualístico etc, também varia o hábito de crescimento, tamanho final, coloração de folhas diferentes, apesar de possuírem característica que se assemelham pois se enquadram no mesmo gênero.


Exemplo


REGRA PARA NOMENCLATURA


Família.

A família assim como todas as outras divisões são em latim, a terminação será sempre aceae, sempre que estiver lendo sobre planta e ver um nome em latim terminado em aceae lembre que se refere a família da planta


Exemplo de famílias

Orchidaceae – Família das Orquideas

Bromeliáceas - Família das bromélias

Arecaceae – Família das palmaeiras

Cactaceae – Família dos cactos


Gênero

nome pode vir de qualquer fonte, sendo escolhido arbitrariamente pelo autor. Deve ser um substantivo ou adjetivo substantivado, latino ou latinizado e escrito com a inicial maiúscula.


Espécie

o nome da espécie é também de escolha arbitrária, escolhido pelo autor. Deve ser um adjetivo ou substantivo adjetivado, latino ou latinizado, sempre formando uma combinação binária com o gênero e sempre escrito com a inicial minúscula. Todo nome de espécie deve ser acompanhado pelo nome do autor da mesma.


Exemplos



As plantas sempre são referidas por um binômio composto de gênero e espécies, no texto o gênero sempre com letra maiúscula e espécies minúscula, os dois nomes tem que ter destaque por isso sempre colocamos em negrito e itálico.

0 visualização